A Locomotiva Alvinegra atropela o Vasco

     Incontestável.

     O Botafogo não toma conhecimento do seu adversário e atropela o Vasco que não teve a menor chance no Clássico desse domingo. Em noite inspirada, Loco Abreu comanda o Glorioso na goleada por 4 x 0, marca 2 gols e, de quebra, participa dos lances dos outros gols. Com uma brilhante apresentação o Uruguaio desperta a alegria e a confiança do torcedor e deixa claro que a má fase pode estar com os dias contados. 

     Pressionando desde o início, o Botafogo mostrou uma vontade de ganhar que andava meio sumida nos últimos jogos. A Incontestável vitória de hoje, teve seus personagens principais, eles foram Loco Abreu e Bruno Cortês, sem esquecer dos outros setores que foram impecáveis. Lucas não deixa dúvidas que não pode mais sair da lateral direita, o meio campo é que ainda sente falta Maicosuel e Éverton, a missão quase impossível de manter o nível foi de Felipe Menezes, que não tem como característica dar velocidade, perdeu grandes chances de ampliar o placar. O ponto positivo ficou pela sintonia da lateral esquerda e o ataque, com um toque de bola envolvente e atrevido.

     O resultado expressivo desse domingo, mostrou que Caio Jr sabe do potencial do setor ofensivo, tanto que fechou o treino e não revelou as jogadas entre ataque e laterais. Chance de se recuperar, o Bota vai ter muitas, esse Campeonato Brasileiro vai surpreender ainda. Mesmo os clubes que se encontram na Zona do Rebaixamento estão surpreendendo e para manter as chances de disputa direta pelas primeiras posições, o Botafogo não pode mais achar que ganha jogo só com o nome.

Jean Enaldiê
Fogo Online

O Robin Hood do Campeonato Brasileiro

Loco Abreu em disputa de bola durante o jogo Figueirense x Botafogo

     O Torcedor alvinegro, não engoliu numa boa a derrota do Botafogo contra o Figueirense, nessa quarta(03/08). O problema não foi perder, o problema está em perder com um futebol de terceira categoria, como esse apresentado nesse mesmo jogo. Me desculpem os defensores de Caio Jr., se há algum, mas o atual técnico alvinegro tem mostrado suas perigosas deficiências, mais que isso, tem detonado sua credibilidade, como treinador de ponta e a paciência da torcida, que respira fundo quando o vê se movimentando para mexer no time.

     Conseguir uma boa sequência de vitórias, parece ser algo improvável em um time que figura entre os primeiros colocados em um quesito como passes errados que resultam em contra-ataque!! Erros grotescos de envergonhar qualquer peladeiro, tem sido uma constante em todos os jogos, será que esqueceram que esse é um princípio básico do futebol!? Será que esses erros não são corrigidos nos treinamentos? E a comissão técnica, não tem conseguido corrigir essas falhas!? A desorganização em campo é nítida e o time tem falhado quando todos pensam que vai deslanchar. Justamente contra os pequenos é que deixamos escapar as melhores chances de pontuar e jogadores, como Elkeson, têm apresentado uma queda absurda de rendimento, inexplicavelmente, isso tudo junto vem balançando a confiança no elenco.

     Nesse contexto vergonhoso, o Botafogo tem incorporado um personagem que representa exatamente, seu desempenho em campo. Toma dos grandes e entrega aos pequenos, o épico Robin Hood. Brincadeiras a parte, estar ficando cada vez mais difícil, fazer o torcedor acreditar no time, que tem até se esforçado, mas, que perdido e desorganizado, não consegue corresponder as expectativas.

     Aceitamos qualquer justificativa ou ação que possa melhorar, até porque piorar, é quase impossível. Agora, por favor, não venham novamente dizer que o torcedor tem que confiar e apoiar, que o elenco vai dar a volta por cima. Isso já é exigir demais de uma torcida que se esforça para não jogar a toalha.

Jean Enaldiê
Fogo Online

Botafogo. Em Crise até quando?

Em apenas 3 meses de trabalho, a relação de Caio Jr. com a torcida, não é mais a mesma.
     Dizer que o Botafogo passa por uma crise, já não é mais nenhuma novidade, apesar das derrotas não retratarem bem o desempenho em campo, os jogadores estão sentindo um peso excessivo nos jogos. A torcida marca implacavelmente em todos os lances. Errou, tomou vaia!

     Compreensão nunca foi uma qualidade do torcedor botafoguense, que não tem perdoado as falhas de alguns jogadores e agora começa  a pegar no pé da comissão técnica, para ser mais específico, do técnico Caio Jr., que tenta desconversar quando o assunto é crise. Apesar das derrotas, o Botafogo tem mostrado um bom domínio de jogo, tem chegado com eficiência na frente e em determinados momentos impõe um futebol agressivo e envolvente, mesmo, com adversários de peso. Porém, tudo isso não é levado em conta, se o gol não acontecer. E com razão, afinal estamos em um campeonato de pontos corridos, os pontos perdidos no início da competição, fazem falta do mesmo jeito que os perdidos na reta final.

     E por falar em títulos, o Botafogo está carente deles, talvez esteja aí a explicação de tanta intransigência de sua torcida. O Botafogo é um clube que carrega uma história Gloriosa, é atualmente o clube brasileiro que mais cedeu jogadores a Seleção Brasileira, sem falar que, dentre tantos grandes jogadores se destacam alguns que são ícones mundiais, como Nilton Santos e Garrincha. Isso tudo martela na cabeça do torcedor, que clama por um ídolo ou ídolos no time que possa reconquistar o orgulho de ser alvinegro. 

Redação Fogo Online

Botafogo perde mais uma e revela um time fraco

Em treinamento, o atacante Alexandre Oliveira sofre com brincadeiras

     O clima de paz e a sensação de um time forte, podem estar com os dias contados em General Severiano.

     Após perder para Corinthians e Atlético-PR, este último lanterna do Campeonato Brasileiro, o Botafogo deixou escapar seis preciosos pontos e começa a sofrer com as velhas críticas de sua torcida, que parece não estar muito disposta a aceitar mais um ano só de desculpas,  sem conquista de um Título Nacional ou participação em competições internacionais. Em General Severiano, a semana promete ser tensa e quem for dar as justificativas terá que se esforçar para não piorar a situação.

     O baixo rendimento do elenco Botafoguense, tem posto a prova a capacidade técnica de alguns jogadores recém-contratados, como Alexandre Oliveira e Felipe Menezes, além de desgastar ainda mais a relação do torcedor com jogadores, que já andavam em baixa e desacreditados, como Somália e Márcio Azevedo. Tem sobrado até para Caio Jr, que não tem agradado nas mexidas. A confiança no elenco, foi um ponto bastante tocado pela Diretoria que, ao término do ciclo de contratações, se prontificou em passar uma mensagem de time competitivo e cheio de opções, mensagem essa que gerou uma grande expectativa, que pelo jeito não passará de uma expectativa.

 

Redação Fogo Online

O Botafogo se prepara para ganhar nos detalhes

Caio Jr e Elkeson em treinamento do Botafogo

     O Botafogo não esconde sua preocupação com a próxima rodada, mas, sabe que tem condições de vencer o Corinthians e já prepara seu leque tático e técnico para o confronto nessa quarta-feira(20/07).

     O bom momento do time paulista preocupa, mas, também gera uma grande expectativa na Comissão Técnica do Botafogo, que joga em São Jenuário e que vai contar com mais dias de treinamento para o jogo. Medir forças com o líder do Campeonato, com 6 pontos de vantagem para o segundo colocado na tabela, pode revelar o verdadeiro potencial do time de Caio Júnior.

     Mesmo contando com essa pequena vantagem, o time carioca sabe que terá que fazer uma partida perfeita, se quiser somar mais 3 pontos e endurecer a briga na ponta da tabela. Para esse jogo o Botafogo não contará com 5 jogadores títulares que desempenhavam funções vitais no esquema tático: Loco Abreu e Jéfferson, servindo a Seleção Uruguaia e Brasileira respectivamente, Cortes, Éverton e Bruno Thiago estão entregues ao departamento médico e se recuperam de lesões. Éverton provavelmente só retornará aos gramados, em 60 dias, no clube já se cogita procurar reforços para essa baixa.

     Em quanto isso o time paulista, sabe que mesmo desfalcado, o Botafogo será um adversário difícil de ser batido jogando em casa. Os números comprovam isso, o Glorioso está invicto em jogos com mando de campo e tem se destacado pela excelente campanha que vem fazendo contra grandes times. Que o digam Grêmio, Santos e São Paulo! 

Fonte FOGO ONLINE

O Legado dos Craques

Loco Abreu comemora gol marcado pelo Botafogo

     Ser ou não ser, eis a questão!!

     O desempenho do Botafogo, diante do Atlético-GO nessa quinta-feira(7/7/2011), foi de longe a pior partida do time alvinegro no Campeonato Brasileiro. O problema atual do Glorioso é bem fácil de se identificar, os craques não estão em campo. É claro que com um time “meia boca” o desempenho não será o mesmo, mesmo que haja muita vontade de vencer, não estou aqui afirmando o contrário, os primeiros minutos de jogo, foram sufocantes para o time goiano, que ficou encurralado no seu campo, o jogo encenava uma goleada alvinegra, ou seja, houve sim uma desejo de vencer e não teve corpo mole em campo. Logo no início do jogo, o Atlético tomou um gol, a bola sempre ficava pipocando na frente do goleiro, chutes e mais chutes…

     Agora, há uma diferença entre ser craque e achar que é um. O Botafogo se acostumou com bons jogos, nos lances em que os titulares estiveram em campo, definiu-se um padrão de jogo, que por mais que se esforcem, os digníssimos jogadores reservas, não conseguem manter e não é por falta de oportunidade, chance de mostrar o potencial tiveram e continuam tendo, espero que, pelo menos, agora tenham entendido a diferença, que ontem ficou claro, esse jogo serviu para separar o joio do trigo, esses mesmos que, na ausência dos titulares, já queriam erguer a bandeira de donos do pedaço, comprovaram que, no Botafogo atualmente, sua função é essa, ocupar a vaga temporariamente durante um determinado período. Me desculpem Somália, Márcio Azevedo, Caio, Cidinho(promessa de craque), mas nesse time vocês ainda não têm espaço.

     É um dilema que atormenta atletas temperamentais, jogadores que vêem em si, um ser diferenciado, com um desempenho acima da média e acha que ainda não foi reconhecido, cobra dos treinadores uma chance de jogar para seu futebol fluir… PAPO!

     A nós torcedores alvinegros, que estamos calejados de tanto ver jogadores desse tipo, vestindo a Camisa Gloriosa do Botafogo, resta aguardar até que as peças fundamentais voltem e ocupem seu espaço de direito. Que retornem logo Loco Abreu, Marcelo Mattos, Cortez, que inicie sua história no Botafogo, Renato e que juntos desempenhem um futebol brilhante, lúdico e eficiente… A torcida, a duras penas, os aguardam!!!

Jean Enaldiê – Falando Claro

O Botafogo que todos querem ver

Jogadores do Botafogo, comemoram a vitória em cima do São Paulo. Com direito a jogar sem 4 titulares e no campo do adversário, que mesmo abatido por uma goleada sofrida em um jogo anterior, mostrava que queria a vitória.

Após o término do carioca 2011, sem sequer participar das semifinais da Taça Rio e a eliminação precoce da Copa do Brasil, o Botafogo inicia o Campeonato Brasileiro 2011, com uma derrota para o Palmeiras, pronto!!  Se instalava o cenário perfeito para uma crise no Clube, e foi!! O momento não era de paz, a torcida vigiava cada passo dos jogadores, os treinamentos eram tensos e a Diretoria sambava para agradar “gregos e troianos”. O Presidente Maurício Assumpção vem em público anunciar que O Glorioso, seria um sério candidato ao Título e por pouco não passou por falastrão. A torcida suspirava com os possíveis reforços e esbravejava, quando se constatava que nada mais eram que apenas, possíveis reforços. O #Botapalhaçada nisso virou febre na internet e chegou a ser noticiado em vários meios de comunicação.

Hoje, após 7 rodadas do Campeonato Brasileiro, o Botafogo, ocupa a 4 posição na tabela e se consolida como um forte candidato ao Título e a conquistar uma das das vagas para a Libertadores. Tenho que reverenciar as palavras de Maurício Assumpção, quando prometeu isso. O momento é tão favorável que, mesmo sem o anúncio do nome mais badalado para a temporada, o meia Diego(ex-Santos), as críticas ao time, comissão e diretoria cessaram, muito pelo contrário, as críticas deram lugar a confiança. Nomes já desgastados com os torcedores saíram do elenco e os resultados, antes negativos, começaram a mudar.

O Botafogo tem sim, possibilidades reais de conquistar esse Campeonato. A torcida sabe disso, a comissão técnica sabe disso, a diretoria sabe disso e, principalmente, os adversários sabem disso.

Jean Enaldiê – Falando Claro

O Segredo alvinegro em 2011

Os jogadores Botafoguenses comemorando gol da vitória sobre o São Paulo

     O Botafogo versão 2011, tem agradado a, exigente, torcida alvinegra que se esbalda de alegria, quando assiste aos jogos!

     O momento é de euforia e animação. Os mais supersticiosos já vislumbram a possibilidade de mais um Título Brasileiro, para ficar na história do clube. Desde 95(ano da última conquista nacional), que o Botafogo não tem um início de campeonato Brasileiro tão competitivo e com um futebol tão convincente. E por falar nisso, esse fato, é um exemplo clássico de um clube administrado sem planejamento, em um ano somos campeões e em seguida, proporcionamos um desempenho vergonhoso. Ao que parece, desse mal não sofremos mais, o astral mudou, o clima mudou, a postura do time em campo mudou e, claro, a admiração e o medo dos adversários também mudaram.

     O futebol é uma regra de 3 que se for seguida a risca, dificilmente sofre oscilações no resultado final. Essa regra de 3 envolve, contratações certas e planejadas, estrutura para o desenvolvimento da base e gestão financeira correta. O Botafogo parece querer o sucesso, a qualquer custo, em 2011, tanto que tem obedecido essas regras como uma Bíblia. Lembrando que bons jogadores, são apenas, o resultado final desse processo. Só se contrata jogadores caros, com muito dinheiro, muito dinheiro só se tem, se a gestão for audaciosamente coerente com as possibilidades do clube e no Botafogo essa essência de honestidade, ombridade e ambição esportiva, tem norteado seus dirigentes.

     Não tem como negar que o Botafogo, está em um momento iluminado e em momentos como esse, tudo parece dar certo. Duvidam!? …. Gols perdidos!!.. Não fazem falta, a qualquer momento o time vai marcar… Jogadores machucados! Não são mais tão imprescindíveis assim, já que os reforços dão conta do recado. Erros de arbitragem!!! Ahhh .. foram só meros erros humanos, acontece… É meus caros, o coração alvinegro merecia um descanso desse. Após anos de tristeza e raiva, hoje as batidas cardíacas de um botafoguense, bate em sintonia com o brilho de uma estrela ao céu.

Hora de vestir a Camisa do Time

A HORA É ESSA!!

     Paciência, compreensão, apoio, ajuda, presença nos estádios e… o que mais?

     O que mais a Diretoria Botafoguense pensa em pedir a sua torcida!? Sendo que todos esses pedidos, por mais difíceis que sejam, já foram atendidos. Pedir paciência a uma nação apaixonada, que já teve mitos do Futebol, como Garrincha e Nilton Santos e que atualmente conta com poucos jogadores do nível de uma camisa como a do Botafogo!! Pedir compreensão a uma torcida, que tem tido toda boa vontade em aceitar a deficiência financeira do clube e que por conta disso, encontra dificuldades em repor o elenco!! Pedir apoio a quem levantou o time em momentos desesperadamente conturbados!! Pedir ajuda a nós, quem sempre temos acompanhado e comprado as idéias do clube quando lançou o plano sócio torcedor ou algum produto de marketing do clube. Como se não bastasse, pedir presença em estádio, isso nem se fala… Lembro ainda, de ver, esse ano mesmo, nossa torcida praticamente dobrar a quantidade de torcedores de outros times, tidos como maiores, em pleno Engenhão…

     Não! Não peçam mais!! Está na hora, aliás, passando da hora de nossos pedidos serem atendidos. Não podemos mais ver nossa paixão ao clube ser sacrificada, ao que que eu diria de “Amadorismo Futebolístico”. Não dar mais para compreender os erros de quem temos errado, mais que acertado, desde quando assumiu um cargo de dirigente em General Severiano.. Não podemos mais, apoiar a quem, praticamente, não escuta os apelos dos milhares de torcedores alvinegros espalhados pelo Brasil.

     Quem quer resultados, agora, somos nós! Quem quer ver, contratações certas, investimentos certos, resultados convincentes, bons jogadores… Somos nós!!!

      Aos Senhores da Diretoria

Aprender com os erros, é uma virtude para poucos.

A muito é conhecido essa expressão, mas, parece que poucos entendem e aplicam, no dia a dia, sua essencia. O Botafogo e sua torcida, tiveram que aprender a duras penas, o que significa cometer erros no futebol e parece que esse “tempo negro”, passou, contudo, não passou de graça, trouxe um aprendizado, aprendizado esse que estamos vivendo nesse momento, no Botafogo.

Em 2009, o Torcedor Botafoguense, viveu dias de alternância entre tristezas e felicidade extrema, porém, junta tudo isso e o resultado será, ainda assim, ruim. Em 2009, tentaram acertar, mas, arriscaram muito, o vôo botafoguense foi de alto risco e as consequências desses erros, por pouco, não resultaram em um final trágico para, a imensa, torcida alvinegra. Tomar decisões em um clube de peso e de expressão nacional, é como guiar um avião boing 737, depois de cometer o erro em pleno vôo, não se consegue mudar sua direção de uma hora para outra, vai haver consequências, fica a torcida para que não aconteça o pior.

A diretoria botafoguense aprendeu muito com seus erros, aprenderam que um time de futebol competitivo, tem que ser forte em todos os setores do campo, não basta apenas, contratar um ou dois bons jogadores e achar que os atletas medíocres os acompanharam, aprenderam que um clube de futebol é uma máquina que precisa de combustível para andar e esse combustível, só a sua torcida é quem fornece, se o torcedor não apoia, a máquina para. Particulamente, aprenderam que a torcida botafoguense é uma torcida que ficou mal acostumada, afinal, foi a torcida, de um time de futebol do Brasil, que mais viu seus jogadores servindo a Seleção Brasileira, a história do clube explica isso, um time que já teve Jairzinho, Nilton Santos e Garrincha vestindo uma camisa com uma estrela solitária no peito, provoca em todos a necessidade de ver ídolos jogando em campo e por falar em ídolos, quando os perdemos…. Parece que é arrancado um pedaço do corpo. Não dar para perdê-los a tôa.

Parabéns a diretoria, pelo esforço e pelos sucessos obtidos com as recente contratações, parabéns para os atletas que estão retornando ao clube e demonstrando seu carinho com quem os impulsionou na carreira e parabéns a torcida botafoguense, por saberem apoiar o time e cobrar quando é preciso cobrar.

Jean Enaldiê